10 de dez de 2010

Depois que a gente cresce

(Post dedicado a uma aluna)
     Quando eu era adolescente, insegura e sem experiência como é comum nessa época da vida, era excluída do grupo por ser diferente. E como todo adolescente que se torna adulto descobri, um dia, que ser diferente é sensacional!
    Os populares, geralmente, enfrentam mais dificuldades na fase adulta. Isso acontece porque eles vivem anos e anos sob os holofotes de toda a escola. São como celebridades: têm sua vida devastada e esmiuçada. Eles são copiados, dão a impressão de serem extrovertidos, seguros e autoconfiantes.
     Já os outros alunos conseguem viver de forma mais amena, mais leve. Se enfrentam algum problema de socialização, eles desenvolvem a flexibilidade, tentam se "encaixar", e isso é uma qualidade fundamental no mundo adulto.
     É claro que estou tratando da maioria, e que há excessões.
     A sensação de encontrar, depois de muitos anos, alguém que era popular na escola, que era "bem sucedido" é inigualével! Portanto, os leitores adolescentes que se identificaram com este post podem dormir tranquilos: vocês vão experimentar esse gostinho, e vai ser bom.

    
     Esta é Amy Lee, cantora da banda Evanescence.

0 comentários:

Postar um comentário

Gostaria de saber o que você achou deste texto. Sua opinião é muito importante!
Se puder, se identifique!