19 de jul de 2011

Hijo de la Luna

Tolo é aquele que não entende
Conta uma lenda
Que uma mulher cigana
Conjurou a lua
Até o amanhecer
Chorando, ela pedia
Que ao chegar o dia
Casasse com um cigano
Você terá o seu homem
De pele morena
Desde o céu
Falou a lua cheia
Mas em troca eu quero
O primeiro filho
Que tiver com ele
Porque aquela que sacrifica o seu filho
Para que não fique sozinha
Não parece amá-lo muito

Lua, você quer ser mãe
Mas não encontra um amor
Que lhe faça mulher.
Diga-me, lua de prata,
O que pretende fazer
Com uma criança de pele
Filho da lua.

De um pai com a pele da cor de canela
Um filho nasceu
Branco como a parte traseira
De um arminho

Com olhos cinzas
em vez de verdes
Filho albino da lua
Maldita a sua aparência
Esse não é um filho de um cigano
E isso eu não vou tolerar

Pensando ter sido desonrado
O cigano foi até sua mulher
Uma faca na mão
De quem é este filho?

Você me enganou
E ele a feriu mortalmente
E então ele foi até o bosque
Com a criança nos braços
E a abandonou

E nas noites em que
a lua está cheia
É porque a criança
está de bom humor
E quando a criança chora
A lua se faz minguante
Para fazer-lhe um berço
E quando a criança chora
A lua se faz minguante
Para fazer-lhe um berço

Compositor: Jose María Cano 






6 comentários:

  1. Olá amiga Cata! Passando pra te desejar um FELIZ DIA DO AMIGO! Receba o meu virtual abraço. bjnhos.

    ResponderExcluir
  2. Olá Suely,
    feliz dia do amigo pra vc também!!
    BJO!!!!

    ResponderExcluir
  3. Olááá querida !!!

    Nossa que texto lindo !!
    Apesar de triste e melancólico, não tem como não admitir que é belíssimo e emocionante !
    Adorei a leitura !!

    Um super beijoooo e boa semana !

    ResponderExcluir
  4. Oi Marcela,
    lindo né?! É uma música do extinto MECANO, banda espanhola dos anos 80. A música também é diferentona.
    BJO!!!

    ResponderExcluir
  5. Oi SAM,
    Que bom ter você por aqui mais uma vez!
    Não posso negar que o texto é melancólico, mas ele também mostra que pagamops um preço por nossas escolhas...........
    BJO!

    ResponderExcluir

Gostaria de saber o que você achou deste texto. Sua opinião é muito importante!
Se puder, se identifique!