26 de dez de 2011

I am so lost without my place inside my mind

    

     As vezes eu fico pensando... será que, algum dia, alguém conseguiria ouvir os gritos que minha alma da?
     Como não há palavras para descrever o que acontece, periodicamente (e a periodicidade é meu maior problema), achei uma música que fala mais ou menos como é a coisa:


Pensei que eu fosse forte
Eu sei as palavras que preciso dizer
Congelada no meu lugar,
Eu deixo o momento escapar

Eu estive gritando
Por dentro
E eu sei que você sente a dor
Você pode me ouvir?
Você pode me curar?

Nunca quis mentir
Mas não sou a garota que você acha que conhece
Quanto mais eu estou com você
Mais eu estou sozinha

     Um turbilhão de pensamentos confusos povoam minha mente e não deixam meus dias serem tranquilos como deveriam ser.
    Na verdade, isso não diz respeito a outra pessoa. Eu é que estou assim, com um vazio infinito. E não é um vazio para ser preenchido por alguém: ele é só meu.
    Será que um dia isso acaba?
    Acho que vou parar de reclamar, de comentar (será que eu consigo?). Vou tentar cuidar da vida e esquecer da dor, até que se torne uma pedra.






0 comentários:

Postar um comentário

Gostaria de saber o que você achou deste texto. Sua opinião é muito importante!
Se puder, se identifique!