31 de mar de 2011

Luto? Devia ser feriado!

     Segundo o Estado de Minas on line, "o centro de Belo Horizonte praticamente parou para acompanhar o cortejo com o corpo do ex-vice-presidente José Alencar. O caixão foi levado por um carro antigo do Corpo de Bombeiros, o mesmo que transportou o do ex-presidente Tancredo Neves, em 1985.    


   Até os trabalhadores pararam as obras nos altos dos prédios para acompanhar o carro. Ao passar pela Praça 7, palco do último discurso feito por Alencar, o cortejo foi recebido por uma chuva de papel picado. Ao passar em frente à prefeitura, a sacada do prédio estava tomada por funcionários, e as bandeiras hasteadas a meio mastro em sinal de luto. O cortejo também passou em frente à Câmara de Dirigentes Logistas, da qual Alencar foi presidente."
fonte: http://sites2.uai.com.br/condolencias.jpg  (adaptado)


     Ou seja, eles param a cidade durante o dia inteiro, fecham as principais ruas, e dane-se o povo. Quem precisa trabalhar, usar o transporte público ou dirigir pela cidade fica à mercê da BH Trans, que mais bagunça do que organiza o trânsito!!
     Se eles decidiram parar a cidade, que decretem feriado logo de uma vez! Aí não precisaremos cumprir horário de trabalho e poucas pessoas terão realmente que sair de casa.




 (Glaadyston Rodrigues)

2 comentários:

  1. O estranho é que se morrer um morador de rua, que tem tanto direito a vida como qualquer um, nada altera na rotina da cidade.

    ResponderExcluir
  2. Com certeza Eduardo. Eles preferem escondê-los!

    ResponderExcluir

Gostaria de saber o que você achou deste texto. Sua opinião é muito importante!
Se puder, se identifique!